IDES… 18 anos, uma história Publicado

IDES… 18 anos, uma história  Publicado

IDES… 18 anos, uma história Publicado

Celebrar e agradecer são verbos que se comunicam e ganham intensidade quando conjugado em comunhão com o outro. O IDES (Instituto de Desenvolvimento Sustentável do Baixo Sul da Bahia) celebra 18 anos com a maturidade de reconhecer que sua história foi construída a muitas mãos e usa deste momento de celebração para agradecer aos colaboradores, parceiros e principalmente a comunidade Baixo Sul, que abriu as portas e nos permitiu realizar nossas ações, sempre com zelo, dedicação e respeito.

E não há forma melhor de agradecer do que continuar se dedicando e atuando junto àqueles que nos impulsionam a seguir. No período de 14 a 23 de agosto o IDES intensificou suas ações, com o propósito de celebrar sua maioridade e fortalecer o vinculo que une a todos: a vontade de servir e desenvolver-se.

As comunidades quilombolas são referência quando o assunto é resistência e celebração, pois esses povos carregam em seu DNA a luta pela liberdade e por dias melhores, sempre, e não se deixam abater pelas adversidades. Seu cotidiano, sua crença, seus saberes e fazeres, tudo isso é motivo para festejar, celebrar as conquistas e a vida. Em reconhecimento a força e coragem desse povo, o IDES tem realizado inúmeras ações que visam estimular o sentimento de pertença, a valorização de suas práticas e o desenvolvimento comunitário.

O quilombo de Jatimane (Nilo Peçanha) é conhecido por suas belezas naturais, culturais e seu perfil acolhedor. Com uma parceria consolidada, junto a Associação de Moradores, o Instituto vem apoiando a comunidade na melhoria de seus instrumentos e fortalecimento do turismo de base comunitária, com a realização do Projeto Artes Associadas dos Quilombos, que visa formação de uma rede de empreendimentos de economia solidária, na localidade. E no dia 15 os jatimanenses celebraram junto com o IDES mais uma boa notícia, o Projeto Identidade Étnica, Cultura e Turismo, que já começa a ser executado, com o propósito de fortalecer a comunidade e suas potencialidades.

Na comunidade da Lagoa Santa (Ituberá) o IDES tem realizado o Projeto Inclusão Digital e Cidadania para Mulheres Quilombolas - uma ação que visa estimular a valorização, atuação e protagonismo das mulheres negras, com aulas de inclusão digital e encontros de cidadania. O III encontro, realizado no dia 17, foi uma oportunidade de agradecer às quilombolas da Lagoa Santa a oportunidade de adentrarmos a comunidade e realizarmos nossas ações, contribuindo para seu desenvolvimento e sua atuação enquanto cidadãs.

Nos dias 18 e 20 o IDES abriu as portas para receber os quase 300 (trezentos) alunos da Escola Pastor José Ramos de Araújo, compartilhando vivências através de ações de estímulo a leitura, a interpretação e ao diálogo. Com o Círculo de Leitura, estimulando os alunos a compartilhar experiências e ampliar o universo de conhecimento através das palavras e do vínculo com o outro; o cinema como forma de promover o despertar do aluno/telespectador e da escola para a importância da sétima arte na qualidade da educação; e palestra sobre “Tecnologia e os estilos de vida atuais”, realizando um dialogo sobre como a disseminação dos equipamentos de tecnologia digitais mudaram a maneira de as pessoas verem o mundo e perceberem os acontecimentos. Tudo isso buscando gerar uma reflexão a partir da vivência de mundo de cada aluno.

Ações com a Escola_IDES (2)

Desde sempre o IDES busca atuar através da governança participativa – a união de esforços entre a sociedade civil, o poder público e a iniciativa privada, pois entende que dessa forma, onde todos os atores são protagonistas e possuem papel fundamental na construção e consolidação de políticas públicas para o desenvolvimento da região e qualidade de vida da população local. Consciente de seu papel, no dia 20 a instituição participou da Reunião da Câmara de Turismo da Costa do Dendê, realizada em Barra Grande (Maraú), com o propósito de validar o Plano de Desenvolvimento Integrado de Turismo Sustentável – PDITS, consolidado pela SETUR – BA. Fruto de um esforço coletivo, na busca de um turismo fortalecido e qualificado.

O município de Maraú é um dos grandes destinos indutores de turismo do Baixo Sul, com suas praias e comunidades que possuem peculiaridades e características próprias. Mesmo com um turismo estruturado, Maraú possui empreendimentos carentes de mão de obra e uma população disposta a se capacitar. Consciente disso, o IDES tem atuado através do Projeto Agroecoturismo – Capacitação, Trabalho e Renda e nos dias 18, 20 e 21 realizou entrega de certificados para as turmas já capacitadas e inscrição de novas turmas, em uma gama de cursos profissionalizantes, na busca da promoção do desenvolvimento e o exercício da cidadania local, com responsabilidade ambiental e patrimonial e o acesso ao mundo do trabalho e da renda justa.

O IDES levanta a bandeira da igualdade de gênero e apoia o fortalecimento de políticas públicas para a proteção e valorização dos direitos da mulher, reconhecendo a força e importância destas no processo de desenvolvimento de uma nação, por isso faz parte do Conselho Municipal de Direitos da Mulher de Ituberá e no dia 14 participou do Desfile Cívico em comemoração aos 106 anos de emancipação política do município, junto ao pelotão de mulheres.

O dia 23 de agosto de 1997 foi a data de criação do IDES, fruto da união de esforços de fundações, ONGs e empresas locais, na busca de melhorias na qualidade de vida da população, motivados pela crença em mundo melhor. No dia 23 de agosto de 2015, 18 anos depois, o IDES, com uma comitiva de atuais e antigos integrantes da instituição, assim como, beneficiários de suas ações, subiu a colina para participar da Missa em ação de graças, pedindo a intercessão de Santo André e as bênçãos de Deus para os próximos 18 anos, para o Território Baixo Sul, suas comunidades e os povos que as compõem. Pois são esses a nossa motivação e o fio condutor da história que continuamos a escrever.

Obrigado a todos que contribuíram com essa história! Seguimos juntos!

Close