Capacitação do Projeto Hospedar a Cultura Ouvindo e Contando História

Capacitação do Projeto Hospedar a Cultura Ouvindo e Contando História

Capacitação do Projeto Hospedar a Cultura Ouvindo e Contando História

Os patrimônios culturais são fatores de identidade cultural e de memória das comunidades, remetendo a uma cultura partilhada às experiências vividas, lendas, tradições e manifestações culturais. Com isso, o Instituto de Desenvolvimento Sustentável do Baixo Sul da Bahia (IDES), em parceria com Instituto Fernand Braudel realizou de 01 a07 de julho do decorrente ano, a capacitação do Projeto Hospedar a Cultura Ouvindo e Contando História – Metodologia dos Círculos de Leitura. A formação atendeu jovens do município de Cairú (Cova de Onça), Nilo Peçanha (Jatimane), Igrapiúna (Contrato e sede) e Maraú (sede), atendendo um total de 82 crianças e jovens beneficiários.
A capacitação teve como objetivo promover encontros de formação básica a jovens lideranças de comunidades do Baixo Sul da Bahia, contribuindo para o empoderamento da cultura local, de forma que os próprios moradores possam participar efetivamente da transformação e do desenvolvimento de sua comunidade.
Na comunidade de Cova de Onça, o encontro contou com apresentações culturais dos mestres locais com um cortejo em homenagem ao 02 de julho. Dessa forma, acendeu-se na memória dos moradores a luz do reconhecimento e do espirito de pertencimento dos jovens, adultos e crianças. A qual, não foi diferente na comunidade Quilombola do Jatimane, onde jovens e crianças apresentaram a história da localidade através da expressão corporal (dança afro) e das Comédias que traduzem o enriquecimento histórico da comunidade. Além disso, a sede dos municípios de Igrapiúna e Maraú contou com leituras dramáticas, e reflexões das vivencias da comunidade, através do que chamamos de “perolas do conhecimento”, que são as histórias eruditas e populares.
“Fico feliz que vocês estão aqui em minha comunidade, pois temos muitas histórias, lendas e manifestações culturais que precisam ser registradas, para que não venham a se perder e consequentemente acabar. Agradeço ao IDES por esse lindo trabalho que está trazendo para nossa Comunidade,” ressaltou D. Lurdinha, moradora de Cova de Onça.
Os jovens capacitados pelo projeto estão com a incumbência de serem multiplicadores, buscando levar o habito da leitura para as escolas e outros espaços que estejam dispostos a receber esta boa pratica, tão necessária ao desenvolvimento humano.

Close